Cartão de pré-natal

O cartão de pré-natal é um documento fundamental para a gestante: ele funciona como a carteira de identidade da grávida e todas as informações com relação à gestação devem estar expressas na caderneta. Todas as gestantes têm o direito a ter seu cartão de pré-natal e, por ser um documento próprio, deve ser entregue a elas logo na primeira consulta com o profissional de saúde que as assiste.⠀

Ou seja: de maneira nenhuma o Cartão de Pré-Natal deve ficar retido com o médico!⠀

Além de ser um documento que pertence à gestante – e, portanto, ser direito dela tê-lo em mãos – o Cartão garante a segurança da mulher caso ela precise ser atendida em outra unidade ou por outro profissional que não seu médico assistente. Não adianta somente o médico ter essas informações anotadas em seu prontuário se estes não estiverem acessíveis à gravida.⠀

Quem preenche o Cartão é o profissional de saúde que assiste a gestação – pode ser o médico obstetra, o médico de família, a parteira ou a enfermeira obstetra. O importante é que, ainda que ela seja atendida por profissionais diferentes, quem estiver atendendo o pré-natal continue o correto preenchimento e anotações do profissional que por ventura tenha atendido a gestante em ocasião anterior. O cartão deve ser preenchido corretamente em TODAS AS CONSULTAS!⠀

As informações que devem ser preenchidas são:
– Exames de imagem (ultrassonografias e ecocardiogramas);
– Exames laboratoriais;
– Sorologias;
– Paridade da Gestante;
– Grupo sanguíneo;
– Anamnese da gestante;
– Data da última menstruação (DUM);
– Data prevista de parto (DPP);
– Histórico de saúde da gestante;
– Registro das consultas (com data de atendimento, idade gestacional na ocasião, altura de fundo uterino, batimentos cardíacos fetais, movimentação fetal e conduta).

Essas informações são fundamentais não só para registro de histórico, mas também no momento do parto – ainda que o profissional que o assista seja o mesmo que o do pré-natal, ele precisa de todas as informações a respeito da gestante à mão, para rápida tomada de decisões (caso necessário).⠀

Em caso de perda do Cartão, a gestante tem direito de receber uma nova via e deve levar todos os exames feitos durante a gestação na consulta seguinte. Nessa ocasião, o profissional assistente fará preenchimento de todas as informações de maneira completa na nova via. Por ser um documento fundamental para a gestante, o recomendado é que seja guardado com cuidado e esteja sempre na bolsa da grávida.

Não deixe de exigir o seu cartão! É seu direito!

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *